Saber como nasceu o cinema, de que forma foi influenciado e como se desenvolveu a sua linguagem e são algumas das questões que pode ver respondidas no curso da História do Cinema, de Lumière a Godard, promovido pelo Estaleiro Cultural Velha-a-Branca, em Braga. O mestre é Luís Miguel Faria, formador na área de inglês e audiovisual, fotógrafo, operador de câmara e editor de imagem em regime independente.

A segunda edição da História do Cinema começa hoje, dia 10 de Março, e destina-se “a todos formandos que queiram entrar em contacto com os principais intervenientes, filmes e correntes do cinema”. Os potenciais alunos terão de pagar 80 euros, caso já sejam Amigos-da-Velha, caso ainda não o sejam o preço do curso fica por 100 euros. O curso tem a duração total de 40 horas, dividas em 16 sessões, a realizar às terças e quintas-feiras das 21 às 23.30 horas na Velha-a-Branca.

O programa da formação abrange temas como “O nascimento do cinema: Lumière e Méliès”, “Hollywood, o star system e os códigos do burlesco”, O Cinema Português até ao advento do sonoro”, “Citizen Kane de Orson Welles: será este o melhor filme da história do cinema?” e “O cinema de Propaganda”.

Natural de Braga, Luís Miguel Faria, o formador, tem o Diploma Superior de Estudos Ingleses da Universidade de Cambridge e a licenciatura em Tecnologia da Comunicação Audiovisual. Actualmente, lecciona Técnicas Audiovisuais e Projecto na escola profissional EPRAMI (Escola Profissional do Alto Minho Interior) em Paredes de Coura, além de também estar envolvido na produção da ficção “GTA Bracara Augusta”.

Anúncios

O Estaleiro Cultural Velha-a-Branca, em Braga, vai realizar a quinta edição do Curso de História do Jazz – nível básico, durante quatro sessões, a começar na próxima terça-feira, 25 de Março. O formador do curso é José Carlos Santos, actual director artístico do festival anual BragaJazz.

O Curso de História do Jazz destina-se ao público em geral e tem como objectivo “dar aos seus frequentadores uma noção geral da evolução deste tipo de música, desde os primeiros “ensaios” até aos dias de hoje”. Assim, entre outros, vão ser abordados temas como as primeiras gravações em Chicago – o estilo Swing; o movimento Bop; o mestre “Miles Davis”; o movimento free – o universo de Coltrane; o poeta Bill Evans e o jazz rock – o world jazz.

As sessões de formação incluem também a audição dos trechos musicais mais relevantes na história do Jazz e a exibição de pequenos documentários em vídeo sobre alguns dos movimentos e dos seus músicos.

A Arte de Bem Receber 

O estaleiro cultural Velha-a-Branca, em Braga, está a promover uma formação sobre a arte de bem receber, a iniciar amanhã, 24 de Novembro. O curso tem a duração de sete sessões, a realizar aos sábados e domingos entre as 15h00 e as 18h00, devendo finalizar a 15 de Dezembro. 

O objectivo é ensinar aos formandos a promoção de “eventos sociais com sucesso”, tendo em conta que “o requinte, o bom gosto, a originalidade, a surpresa e distinção são qualidades básicas e estruturais para bem receber”. 

O programa inclui as componentes sócio-cultural, tecnológica e prática simulada, onde serão apontadas, entre outras, questões relacionadas com a organização de espaços e decoração, formas de bem servir e regras protocolares. 

A formação será dada por Paulo Pontes, profissional na área da restauração, hotelaria e atendimento ao público.