Workshop Velha a Rir

Workshop Velha a Rir

O estaleiro cultural Velha-a-Branca, em Braga, vai promover em Setembro mais um workshop, desta feita o tema abordado será o riso – Velha a Rir – promete sorrisos e muitas gargalhadas.

Este workshop propõe através do Yoga do Riso fazer uma introdução à prática do riso com ferramenta de bem-estar e recurso, proactivo, para as mais diversas situações quotidianas, aprofundando as terapias do optimismo para atingir um resultado que perdure. Também serão levadas a cabo sessões de riso compostas por exercício físico, cura, orientação, amizade e partilha.

A aplicação prática das técnicas apreendidas após o workshop permite desenvolver projectos de riso, à imagem de cada participante, preparando-o para ser líder de riso.

O riso provoca, segundo especialistas, a estimulação e liberação de endorfinas, pequenas proteínas capazes de tornar a nossa vida mais feliz, podendo aliviar a dor e tranquilizar-nos, criando a sensação de sossego ou aumentando o fluxo sanguíneo. Ao riso é atribuído um grande número de propriedades benéficas para combater problemas de saúde como enfartes, stress, depressões e insónia.

O preço do workshop é de 40 euros para sócios da Velha-a -Branca e e 45 euros para não sócios.

O workshop é dividido em quatro sessões, de uma hora cada, e realizam-se às 21h30.

 

PROGRAMA:

• 1ª Sessão – Introdução ao Yoga do Riso, 1ª sessão de riso – Actividade em Grupo

• 2ª Sessão – Os benefícios do Riso, 2ª sessão de riso

• 3ª Sessão – Humor vs Riso, 3ª sessão de riso

• 4ª Sessão – Como prepara uma sessão de Riso, 4ª sessão de riso

 

MATERIAL NECESSÁRIO

• roupa confortável

• descalço ou de meias

• mantinha/toalha para colocar no chão
 

 Mais informações através do email: info@velha-a-branca.net e dos telefones  253 618 234 / 916 249 180

 

 

Anúncios

O Clube de Jazz Ao Norte (CJAN) promove três concertos na última quinzena de Julho, no Porto.

Quarte-feira, dia 16, às 21.30 horas, ATOS Trio

Trio de guitarra que “pretende estabelecer pontes entre diversos ambientes e backgrounds musicais”. “Interpretam temas originais de improvisação e interpretação livre, com bastante espaço e lugar a uma infindável palete de cores”. 

Lucas Acuña – Guitarra
Gonçalo Almeida – Contrabaixo
Luís Candeias – Bateria

Entrada: 5,00€
Alunos EJAN: 3,00€

Quarte-feira, dia 23, às 21.30 horas Quinteto Luísa Vieira
Depois de ter terminado a sua licenciatura em flauta transversal na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto (ESMAE), Luísa Vieira enveredou pelo jazz e “encontrou na voz outro modo de se expressar”. Aliando as duas vertentes, voz e flauta, apresenta-nos um projecto em quinteto com os seus próprios arranjos de temas de compositores diversos, tais como Egberto Gismonti, Duke Ellington e Steve Swallow.

Luísa Vieira – Voz e Flauta transversal
Susana Silva – Trompete
Joaquim Rodrigues – Piano
Zé Carlos Barbosa – Contrabaixo
Mário Costa – Bateria

Entrada: 5,00€
Alunos EJAN: 3,00€

Quarta-feira, dia 30, 21.30 horas Duo Almok
Um duo que “alia a riqueza melódica própria do clarinete à qualidade harmónica latente da guitarra, originando uma união tímbrica única e envolvente, num resultado surpreendente e cativante. A sua versatilidade permite a execução de diversos tipos de repertório”.

Miguel Veríssimo – Clarinete
André Santos- Guitarra

Entrada: 5,00€
Alunos EJAN: 3,00€

www.nunopinto.ptHoje à noite, pelas 21h30, no Teatro Ribeiro Conceição, em Lamego, vão estar em palco Nuno Pinto (clarinete) e Elsa Silva (piano), num concerto dedicado a Schumann em 1849.

Músicos ainda jovens, Nuno Pinto e Elsa Silva apresentam-se com uma vasta experiência em concertos como solistas, em grupos de câmara e música contemporânea. Estudaram juntos na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo (ESMAE), no Porto, onde trabalham (ele como professor, ela como pianista acompanhadora), e têm em comum vários projectos: OrchestrUtopica e Camerata Senza Misura. Esta dupla de instrumentistas pretende “dar visibilidade a uma cumplicidade musical com vários anos”.

Amanhã, às 19h00, no pequeno auditório do Centro Cultural de Belém (CCB), Nuno Pinto irá interpretar uma peça – Labirinto, de Luís Tinoco que lhe foi dedicada. O clarinetista será acompanhado pela OrchestrUtopica e este concerto insere-se no FESTIVAL IN EXTREMIS. No âmbito deste evento do CCB, Nuno Pinto voltará a tocar com a OrchesrUtopica, mas na sala Luís de Freitas Branco, no próximo dia 18, domingo, pelas 19h00.

Médicos associados querem proteger profissionais da voz

“Queremos criar uma subespecialidade médica exclusivamente virada para as artes do espectáculo, tal como existe a Medicina Desportiva. E ela abrangerá profissionais de todas as áreas, do canto, à música, passando pelo teatro ou profissionais da Comunicação Social”, revelou, ontem, em Matosinhos, Pais Clemente, otorrinolaringologista e fundador da Associação Portuguesa de Medicina e Artes do Espectáculo (APMAE).”

Jornal de Notícias

Angola: Museu de História Natural acolhe Expo Colecção Ensa-Arte 2008

“A Expo Colecção Ensa-Arte 2008, uma realização da seguradora angolana Ensa, nas disciplinas de pintura e escultura, a ter lugar no Salão de Exposições do Museu Nacional de História Natural, em Luanda, tem o seu início marcado para o dia 25 deste mês.”

AngolaPress 

Cinema: Spielberg, Lucas e Ford abdicam de

 lucros se quarto Indiana Jones fracassar

“Steven Spielberg, George Lucas e Harrison Ford decidiram abdicar dos lucros de “Indiana Jones e o reino da caveira de cristal”, se o filme não ultrapassar os 251 milhões de dólares de receita de bilheteira.”

Sopros e guitarradas em Huelva

“Através do programa Interreg III A, a Academia de Música de Lagos, em parceria com o Conservatório Profissional de Música de Huelva, vai realizar uma série de actividades na província de Huelva. (…)

Os concertos culturais vão percorrer toda a província de Huelva, entre 26 de Abril e 27 de Junho, e incluem apresentações dos grupos Al-Guitarra, Sons Imediatus, Quinteto de Metais, Suest’Arte, Orquestra de Sopros do Algarve e recitais de piano.”

Observatório do Algarve