O problema da extrema pobreza

http://www.innovationsinnewspapers.com

Ainda há muitos moçambicanos a viver em pobreza extrema. Só em Nampula (BBC), a província que mais se tem desenvolvido desde o fim da guerra, vivem aproximadamente dois milhões de habitantes nesta situação.

“A pobreza extrema que ainda afecta mais de metade da população moçambicana não tem a ver com a falta de recursos naturais, sendo necessário identificar outras razões para melhor se avançar rumo ao desenvolvimento”, diz Fernando Menete, secretário do Fórum Social Moçambicano, no Zambézia Online.

Mais de 70 por cento dos moçambicanos vive da agricultura de subsistência, sujeita a secas recorrentes, o que levou a um surto migratório das populações para as zonas urbanas e costeiras. Embora seja um dos exemplos africanos mais bem sucedidos de reconstrução e recuperação económica, Moçambique é um dos 20 países mais pobres do mundo. (UNICEF) 

Anúncios