Sexo e chocolate fazem bem ao cérebro 

Fazer sexo e comer chocolate amargo ajudam a impulsionar a capacidade cerebral. Assim defende o livro Teaching Yourself: Training Your Brain (Ensine-se a si mesmo: treine o seu cérebro, em tradução livre) de Terry Horne (psicólogo cognitivo) e Simon Wooton (bioquímico).  

Os autores estudarhttp://canais.digi.com.br/am a influência da dieta, ambiente e stress na capacidade mental das pessoas. Com efeito, os ingredientes encontrados no chocolate amargo, como magnésio e antioxidantes, aumentam a oxigenação cerebral. 

 “Durante décadas, pensamos que a capacidade no cérebro é geneticamente determinada, e agora ficou claro que é uma questão de estilo de vida”, explicou Terry Horne.  

Os investigadores defendem um “conceito de vida” chamado BLISS (prazer corporal, alegria, envolvimento, satisfação e sexo, na sigla em inglês) para aumentar a performance mental. Aconselham a baixa ingestão de álcool e carnes vermelhas e sustentam que consumir drogas, assistir a novelas e conviver com quem reclama muito da vida diminui a capacidade cerebral. “Misture-se com pessoas que lhe façam rir. Evite as pessoas que reclamam demais porque elas podem deixá-lo deprimido”, sugere Terry Horne.

Anúncios