O Cavaleiro Negro 

http://www.intandemfilms.comO filme The Black Pimpernel (O Cavaleiro Negro), do realizador Ulf Hultberg, conta a história de Harald Edelstam, um embaixador sueco que salvou mais de mil pessoas da prisão ou da morte na altura do golpe militar no Chile, em 1973.

As gravações decorreram no Chile, em cenários reais do golpe como o Palácio de La Moneda, sede do governo, e o Estádio Nacional, principal centro de tortura do regime, onde 12 mil pessoas foram encarceradas.

Em entrevista à BBC Brasil, o realizador sueco Ulf Hultberg diz que “para se criar uma sociedade verdadeiramente democrática, é preciso desenterrar o passado”, sublinhando que “aqueles que cometeram crimes durante a ditadura precisam pedir perdão, a fim de serem perdoados.”

Conhecido como “Black Pimpernel”, Harald Edelstam terá tido, segundo vários relatos de testemunhas, um papel preponderante nos três meses que se seguiram à tomada de poder por Augusto Pinochet, ao esconder refugiados na Embaixada sueca e ao fazer expedições nocturnas para ajudar pessoas que precisavam de abrigo.

Edelstam salvava frequentemente prisioneiros da execução no Estádio Nacional, ajudando a criar documentos falsos para os perseguidos do regime e coordenando acções com as organizações internacionais para a fuga dos ameaçados.

“Ele quebrou os protocolos diplomáticos. Declarava vários locais como território sueco, e dizia que se fossem atacados seria uma declaração de guerra à Suécia, como no episódio do cerco à Embaixada de Cuba”, diz Carlos Claret, da equipa de produção do filme.

Venerado quase como um santo pelos milhares de chilenos forçados ao exílio pela ditadura militar, Harald Edelstam é, no entanto, um nome quase esquecido na Suécia, onde actualmente vivem mais 45 mil chilenos.

“O Embaixador tinha uma relação estreita com o primeiro-ministro sueco da época (Olof Palme), e só fez o que fez porque sabia que contava com este apoio”, explica o realizador Ulf Hultberg.  

Edelstam foi expulso do Chile em Dezembro de 1973. Regressou a Estocolmo, onde esteve fora de actividade durante algum tempo até ser enviado como embaixador para a Argélia.http://www.rodandocine.com/

“No fim, ofereceram -lhe a embaixada na Argélia – um posto que ninguém queria. Harald Edelstam actuou segundo o seu coração, e não segundo as regras diplomáticas. E isto não foi tolerado”, diz Ulf Hultberg na entrevista à BBC Brasil.

N’O Cavaleiro Negro, Michael Nyqvist, actor sueco, interpreta o embaixador, tendo consultado vários exilados chilenos salvos por Edelstam para se preparar para o papel. Miria Contreras, a assistente pessoal do presidente Salvador Allende, que se suicidou durante o bombardeio ao Palácio de La Moneda, é representada pela actriz mexicana Lumi Cavazos (de Como Água para Chocolate).

Advertisements